comportamento

Autocrítica: não seja tão duro consigo mesmo

Todos temos um tirano interno: aquele “serzinho” que nos fala o quanto não somos bons o suficiente.

Por que somos tão duros conosco? Por que nos julgamos tanto?

Porque temos pouco amor próprio.

Amar a nós mesmos implica em nos perdoar, em aceitar que falhamos, que somos vulneráveis. É claro que é fundamental ter autocrítica, até para que possamos observar e avaliar o caminho que estamos traçando, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional – só que isso não pode se tornar uma ferramenta de autopunição paralisante.

Amar a nós mesmos implica em aceitar que também somos formados por nossas sombras, pelas partes de nosso ser de que não gostamos, não temos tanto orgulho – queremos mostrar ao mundo somente as partes boas e bonitas.

Pense: sobre quais aspectos da sua vida você está se agredindo? O que está se forçando a fazer?

Quando entendemos que somos feitos também dessas outras partes, conseguimos honrar nossas limitações e enxergar nossas necessidades. Desenvolvemos cuidado e carinho conosco.

E quando desenvolvemos essa atenção, é possível identificar também as nossas qualidades – e este é o único caminho para explorar o nosso próprio potencial. No curso Start, sempre pedimos para nossas bailarinas apontarem 15 qualidades das quais elas se orgulham – é sempre muito difícil ter tantas qualidades assim na ponta da língua. Justamente porque estamos muito acostumados a observar nossos defeitos e escondê-los, obstruindo uma agenda extremamente positiva de qualidades e habilidades que poderiam estar no centro do foco. Experimente fazer esse exercício com sinceridade e autocuidado: quais são suas 15 maiores qualidades?

Precisamos compreender que, mesmo sendo falhos, somos merecedores de amor: próprio e o de outras pessoas. Estamos aqui para evoluir, sim, aprender com nossos erros e tornarmos pessoas melhores – mas sem nos martirizar no caminho.

Tenha uma visão mais carinhosa sobre quem você é – e verá que nunca mais vai estar sozinho, pois você vai aprender que pode contar com você mesmo!

 

Leave a Reply